Turismo + História = Arco do Triunfo

Ponto de encontro de muitos turistas. Enigmático (não tanto quanto a Torre Eiffel, mas ainda sim com seus encantos). Fabuloso para visualizar de longe e para literalmente ler a história cravada na pedra.

Assim é o Arco do Triunfo (Arc de Triomphe), localizado ao fim da Champs-Élysées. Ele foi construído em comemoração às vitórias de Napoleão Bonaparte. A inauguração foi em 1836.

Arco do Triunfo

 

Filmei esta apresentação, que foi realizada ao lado do Arco este ano. Eu adoro os artistas de rua e veja só como uma simples performance chama atenção de tantas pessoas! Eu filmei mais “shows” e aos poucos vou postando no meu canal do Youtube e aqui no Blog. 

 

Arco do Triunfo

Lembra que eu falei que a história estava cravada na pedra? Então, no monumento do Arco do Triunfo estão gravados os nomes de 128 batalhas e 558 generais. Também há o Túmulo do soldado desconhecido.

É um verdadeira aula de História. Não é difícil ver grupos de crianças e seus respectivos professores por lá. Afinal, o que é melhor que aprender na prática? 😉

À tout l’heure! 😉

Dia de feira em Paris!

Lojas são para poucos e você ainda corre o risco de levar muitos produtos Made in China. Feiras agregam valor e ainda garantem bons papos com franceses.
Sugiro que você conheça duas feiras na região de Montparnasse, em Paris:

* Feira ao lado da Square l’Aspirant Dunad;
* Feira ao do lado do Cémitiere Montparnasse;

Geralmente elas são realizadas duas vezes por semana nestes locais. Não tenho a lista completa, mas uma das feirantes disse que eles não paravam. É a verdadeira Paris das feiras!!

Fazer uma passeio pelas feiras é a certeza de que será uma explosão de cheiros e sabores. Você começa vendo as barracas de roupas, acessórios, bolsas, sapatos e etc.

Depois começam os cheiros e sabores dessa terra maravilhosa. São peixes, frutas e outros alimentos que não fazem parte da nossa gastronomia.

Um detalhe interessante é o ritmo de caminhada: não ouse fazer o passeio pela feira de uma forma rápida. Ninguém vai deixar ou vão te olhar de um jeito estranho. O francês anda devagar com seu carrinho de compras forrado de pano, vai provando e conversando.

Gostou das dicas de feiras de Paris?

20140727-140617.jpg

20140727-140851.jpg

20140727-174715.jpg

Apaixone-se por Paris

Já fui duas vezes a Paris. Antes que você pense que eu sempre tive sonho de infância de conhecer a França eu já respondo NÃO. Foi por acaso mesmo.

Na verdade minha paixão da infância era a Itália. Quando eu tinha 11 anos ganhei um livro com dicas de frases em italiano e isso só aumentou a vontade. Criança de 11 anos com paixão por idiomas = muitos sonhos de viajar.

O tempo passou…

Como diz a música de Rita Lee, “um belo dia resolvi mudar e fazer tudo o que eu queria fazer”. Tive a oportunidade de escolher uma capital no estrangeiro para passar meu aniversário de então 29 anos. Escolhi Paris, capital de um país do qual eu não tinha nenhum conhecimento sobre o idioma.

Do Francês eu só sabia: abajour, lingerie, croissant…

Depois de 1 ano e 6 meses de estudo do idioma, eu já fui duas vezes a Paris, consigo falar e produzir textos. Importante destacar que nas duas vezes eu viajei sozinha. A última foi excelente porque eu participei de várias conferências e palestras em várias universidades parisienses. Aos poucos eu vou relatando tudo aqui.

20140719-131515.jpg

Um dia pretendo voltar a estudar italiano de verdade. Mas hoje posso dizer que o Francês acrescentou muito na minha vida!

Por Paris…

Permita-se perder pela Ville Lumière!

O que você pensa em fazer quando surge uma oportunidade de conhecer Paris? A primeira atitude é comprar um guia com dicas ou pesquisar vários sites/blogs sobre o assunto, certo? Eu fiz isso também.

Entretanto ao chegar em Paris (pela primeira vez) tive que mudar todo o meu planejamento. Comece uma caminhada pelas ruas ao lado do Rio Sena e vai entender o que eu quero dizer. Você vê tantos lugares que precisa parar um pouco e ver mais. Não vai dar tempo de ver tudo meu Deus! 🙂

 

Dicas Paris Blog

Place des Vosgues, Marrais. Fotógrafa: Ana Célia Costa

Vai dar tempo sim, mas eu recomendo que você tire o pé do acelerador. Passear por Paris pede um passo bemmmm lento. A cidade merece. Você merece!

Entre nas lojinhas de esquina, nos Museus (aqueles nem tão famosos principalmente). Permita-se entrar em ruas desconhecidas. Nem precisa se preocupar, afinal tem estação de Métro em todo lugar!

IMG_1227

Restaurante localizado no Marrais aussi. Fotógrafa: Ana Célia Costa

Então se eu tiver como dar um bom conselho para você que vai conhecer Paris, permita-se conhecer a cidade sem planejamentos. Faça uma lista básica, mas não enumere o que fazer a cada meia-hora.

Deixe a cidade te mostrar o que seu dia merece ter… 🙂

Musée du Louvre. Fotógrafa: Ana Célia Costa

Musée du Louvre. Fotógrafa: Ana Célia Costa

À tout l’heure, mes amis!

Image

Passeios em Paris

Que tal uma nova dica de passeio por Paris? Então, sabe aquela boa caminhada ao lado do rio Sena? Uma das coisas que você vai encontrar é a Assembleé Nacionale. 🙂

Assemblée Nacionale Paris.jpg

Eu não consegui entrar, pois quando passei por ela já era tarde. Mas com certeza nesta próxima viagem vou conhecer. Dica imperdível para quem gosta de política!!

Assemblée Nacionale Paris France.jpg

As visitas podem ser em grupo ou individual até às 15h. Entrada gratuita. Acesse aqui para fazer reserva.

Rio Sena Paris.jpg

Enquanto isso do outro lado da rua você tem o belíssimo rio Sena! 😉

Très belles photos du vieux Paris vu du ciel

Belles photos de Paris. Merci,  Fabien! As fotos são de 1858 à 1971. Foram publicadas no super site “Paris Zig Zag” e eu tive autorização deles para publicar aqui! Super dica para conhecer a história de Paris!

Ancienne carte postale aérienne du Panthéon de Paris

 

 

 

 

 

 

 

paris1858nadar

 

 

Ancienne carte postale aérienne de l’Opéra de Paris

 

 

Gostaram? Lindas fotos! 🙂

Place Saint-Michel

No dia em que eu fui caminhar da Catedral de Notre Dame (Cathédrale Notre Dame) até a Sorbonne, passei por uma praça bem agitada. Havia música, pessoas conversando e fotografando. O nome deste lugar é Place Saint-Michel, uma outra boa dica de Paris 🙂

Place Saint-Michel fica em uma região bem agitada, pois há várias universidades por perto, livrarias e cafés. Poderia dizer que é um ponto de encontro do pessoal que quer ouvir música perto do Rio Sena.

Place Saint Michel_dicas de Paris

Histórias

A Place Saint-Michel foi reestruturada pelo barão Haussmann. Também é famoso por ser o local da Fontaine Saint Michel, que foi construída pelo escultor Gabriel Davioud (no período de 1855 a 1860).

Curiosidade: A estátua central da fonte, supostamente, deveria retratar o imperador Napoleão Bonaparte. Entretanto a obra recebeu críticas dos adversários. Então, foi decidido que a estátua seria do Arcanjo São Miguel com dois dragões que jorram água da fonte.

Isso quer dizer que ela quase foi batizada de Place Saint Napoleão? rs

Que tal conhecer a Place Saint-Michel? Recomendo fazer isso após o passeio pela Catedral de Notre Dame. 🙂

Um pouco da Itália. Um pouco da França.

A Salle du Manége é um ambiente onde exuberantes esculturas antigas estão expostas, no Musée du Louvre. Dica imperdível de Paris! Esculturas gigantes e belíssimas. Você pode ficar minutos tentando decifrar o que o artista quis passar ou pode simplesmente admirar. É preciso admirar tantas obras de arte que resistiram através dos séculos!

Algumas esculturas são do século XVIII. Cito como exemplo a coleção do cardeal Albani, que fica em destaque no Musée du Louvre. Nela está incluída a escultura de Alexandre, o Grande. Trecho da descrição na sua placa: “Antiqüei, très restaurée”.

Se existiu gente feia no século XVIII, elas não foram representadas em obras de arte. Brincadeiras à parte, tudo é tão lindo nesta área do Louvre, que você pode reservar boas horas de passeio!

20130719-193708.jpg

20130719-193852.jpg

Jardin des Tuileries

Imagine um lugar bem lindo. Uma dica mais que perfeita de Paris. Um jardim perfeito. Quase a sensação de paraíso que os católicos têm. Pois é, esse é o Jardin de Tuileries. Belíssimo!!

Ele fica ao lado do Museu do Louvre (Musée du Louvre). É o lugar ideal para levar a família. Também é o cenário de muitos passeios românticos.

Eu conheci o Jardin na primavera, mas estava mega frio. Ainda sim consegui aproveitar o lugar e fotografar um pouco. No dia do meu aniversário eu estava lá pensando na vida e observando as maravilhas desse ambiente!

História

O Jardim foi criado no século XVI. Foi ideia de Catarina de Médicis. Em 1664, ele foi reformado e ornamentado com estátuas. Hoje é um dos fantásticos pontos turísticos de Paris!

Jardin des Tuileries_ dicas de Paris

Esta maravilha é Patrimônio da UNESCO desde 1991. Os horários de visitas mudam de acordo a estação:

Jardin des Tuileries_dicas de Paris_

Jardin des Tuileries_dicas de Paris__

Gostaram? 🙂

Les Catacombes – dica mórbida de Paris

Medo. Terror. Pânico. Uma Paris bem diferente daquela que os cartões postais mostram é o que você vai ver se for passear pelas Catacumbas (cerca de 7 milhões de ossos em um percurso de 2 km). Na entrada você vai ler o aviso “Pare. Este é o império da morte!” (Arrête. C´est ici l´empire de la mort). Esta é uma boa dica de Paris. Recomendo!

Antes de explicar o passeio preciso avisar que pessoas com insuficiência cardíaca ou respiratória não podem entrar. Na verdade, não é recomendável, mas você pode omitir esta informação se quiser aventuras. Eu estava com Pneumonia, quando fiz o passeio. Fiquei bem (mas tive crise de espirros ao sair) 🙂

Catacumbas_dica de Paris

Catacumbas_dica de Paris

Entrando no Império da Morte…

Você vai descer por uma escada circular sem fim (20 metros subterrâneo). Fascinante! Ali está a história de mais de 6 milhões de parisienses. São ossadas transferidas entre o século XVIII e século XIX. O objetivo da transferência foi para fechar cemitérios insalubres. Ao longo do caminho você vai vendo as ossadas com uma placa informando qual era o cemitério original e a data da transferência.

Eu demorei cerca de 1 hora fazendo o trajeto. É impossível andar rápido. Só se você estiver com medo, claro. Além das placas com informações básicas dos cemitérios, também há mensagens de grandes escritores franceses.

Catacumbas_dica de Paris

Como tudo começou?

O projeto das Catacumbas teve início no dia 4 de abril de 1777 por Louis XVI. No dia 7 de abril de 1786 o local foi abençoado. Em seguida começaram a ser transferidos os ossos do Cemitério dos Inocentes (o maior de Paris). A transferência demorou cerca de 2 anos para ser concluída.

Esse trabalho foi feito com muito cuidado, pois hoje as ossadas estão expostas como se fossem obras de arte. Percebemos que a intenção não era construir um depósito. Hoje há um templo subterrâneo em homenagem aos parisienses ali enterrados.

Catacumbas_dica de Paris

Serviço:

O ingresso custa 8 Euros. Grávidas e idosos pagam 6 Euros. Meia entrada para estudantes de 14 a 26 anos (4 Euros). Menores de 14 anos têm entrada gratuita.

Les Catacombes ficam na Avenue du Colonel Henri Rol-Tanguy, perto da estação de Métro Denfert-Rochereau. As visitas (de segunda a sexta-feira) são de 10h às 17h, mas às 16h a bilheteria fecha. Recomendo chegar cedo, pois a fila é gigante. Todos adoram a morte!

Catacumbas_dica de Paris

Dicas de sobrevivência:

Vá de botas, pois o chão é bem úmido e com algumas poças de lama. Leve luvas, pois o clima tem sensação térmica mais fria. Não abra bolsa, pois a luz é fraca e se você perder algo, já era.

Quem tem coragem?

Gostaram? Bom passeio!! 🙂

Dicas para viajar sozinho

Viajar sozinho (a) é muito bom! Quem tem um boa companhia para viajar não pode reclamar, mas se você ainda não tem e mesmo assim quer conhecer alguns lugares, não guarde seus sonhos! Check list:

* Passaporte – Já tem o seu? Providencie. É super rápido e você evita problemas. Em alguns países, eles solicitam que seu passaporte tenha expedição mínima de 6 meses.

* Visto – A Europa não pede visto, se você for ficar até 3 meses.

*Dinheiro – Recomendo que você guarde dinheiro para ir comprando Euro aos poucos. Não recomendo levar cartão de crédito. Não há melhor sensação que viajar e voltar sem dívidas! Pode ter um cartão de débito internacional, o Visa Travel Money.

* Seguro saúde – É barato, em média 60 reais. Você pode solicitar na agência de viagens mais próxima. Evita transtornos, caso você necessite de atendimento médico.

*Temperatura – acompanhe diariamente todas as notícias sobre previsão do tempo. Por mais que seus colegas digam que “nessa época” a temperatura é tal, não confie. Clima muda. Não recomendo fazer compras de roupas para viagens (só se você não tiver casacos , meias e luvas, claro), economize.

*Idioma- ninguém é obrigado a aprender Francês, mas aprender o básico ajuda bastante: Bonjour, bonsoir, merci, de rien, excuse-moi, Au revoir, desolé. Aqui no blog tem a seção “Étudie Français” para quem estiver interessado em aprender.

Église Saint- Pierre

Église Saint- Pierre

À tout l’heure! 🙂

Primavera em Paris

Quando você pesquisa e decide conhecer Paris na Primavera pensa que é semelhante à Primavera daqui do Brasil. Não é. Então, é indispensável levar meia de lã, sobretudo e até luva.

Como o pôr-do-sol é às 22h, podemos fazer caminhadas à noite e esquecer o horário, pois afinal o dia está claro. Entretanto o vento gelado e a temperatura baixando vai fazer você perceber que já é “Bonsoir” e não “Bonjour”. 🙂

Neste ano a Primavera na França está sendo uma das mais frias dos últimos tempos. No dia 24 de maio foi registrado 3,7ºC em Paris. Esta foi a menor temperatura num dia 24 de maio desde 1887.

Como aproveitar esse clima?

Quem for acompanhando, já terá uma costelinha para ajudar. Quem viajar sozinho (foi o meu caso), tem ótimas opções de cafés em Paris! Também há muitas lojas da Starbucks…então pode comprar um Grande Chocolat Classic e passear pela cidade! 🙂

A Primavera é maravilhosa. Não há mais neve e você já pode contemplar a beleza dos jardins.

Place des Vosges

Place des Vosges

Avenue du Maine

Avenue du Maine

Pont des Arts

Pont des Arts

Se a temperatura está assim na Primavera, pode esperar um Verão nada normal na França este ano.

À tout l´heure! 🙂

 

Aéroport Charles de Gaulle

A primeira coisa (e para alguns deportados, a única) que você vai conhecer quando chegar em Paris é o Aéroport Charles de Gaulle. Vou descrever alguns momentos e depois dar algumas dicas…

No corredor assim que você sair da aeronave vai dar aquele frio na barriga. Olhar pela vidraça aquelas outras pessoas e ficar imaginando: todo mundo ali já conhece Paris. Menos você. rs

Enfim, pedem para olhar seu passaporte e mandam você continuar o caminho. Aí você vai para a fila da famosa Imigração. Começa aquela conversa que dá frios na barriga. Olham seu passaporte e começam as perguntas: O que veio fazer? Quanto tempo vai ficar? Veio com quem? Tem amigos/familiares aqui? ….

A minha dica é sempre levar a passagem de volta impressa, o seguro saúde internacional e o comprovante da reserva do Hotel. Desta forma você vai apresentar todas as provas e evitar mais minutos de conversa com a Imigração.

Quando tudo isso termina? Quando a cidadã parisiense da Imigração enfim carimba seu passaporte e libera você! Uhuuuu, Paris! Uhuu, Tour Eiffel! Uhuuu, Louvre. Aí vou eu 🙂

Métro

O Aéroport Charles de Gaulle é imenso. Maravilhoso! Você tem linha de Métro para sair de boa e não precisa pagar 60 Euros de Táxi. Além de ter um Métro dentro do Aéroport para mudar entre o Terminal 1, 2 e 3.

Lojas e internet

No aeroport você tem restaurantes, Starbucks <3, farmácias, loja de presentes e Duty Free belíssimo. A internet free pode ser usada por apenas 15 minutos. Entretanto há caixas eletrônicos onde você pode comprar internet por até 6 horas.

Bon voyage à tous! 🙂

20130528-143352.jpg

20130528-143423.jpg

20130528-143435.jpg

P.S: Uma coisa que me assustou foi ver tantos soldados armados e passeado pelo aeroporto. Não era algo momentâneo. Eles caminham pelo aeroporto o tempo todo.

Um dia no Egito (dentro do Museu do Louvre)

Na última semana eu conheci o Musée du Louvre. Fantástico! Super dica de Paris! Recomendo para todos que gostam de História, de Arte, enfim. Eu amei tanto que fui duas vezes e voltarei um dia!

Como chegar ao Louvre?

Você pode pegar o Métro linha 4, na Estação Châtelet, e descer na Estação Palais Royal. Pronto! Só seguir na direção do Musée que não haverá erro. Há uma entrada, que só funciona no horário comercial, para levar os passageiros do Métro até a entrada do Louvre. O ingresso para ter acesso a todas as exposições custa 15 Euros.

20130523-151034.jpg

~~ Egito ~~

O Egito é fascinante demais. Ter a oportunidade de ver de perto algumas peças tão importantes para a história deste país é mais fascinante ainda! Este Departamento de Antiguidades Egípcias, do Louvre, foi criado devido às várias expedições que o super Napoleão Bonaparte fez ao Egito entre os anos de 1798 e 1801.

Você pode até se perder entre os sarcófagos! Olhar cada detalhe e imaginar tudo que já aconteceu com aquela peça. Imaginar o mais importante: o processo histórico e as vidas envolvidas naquela experiência.

20130523-151333.jpg

20130523-151539.jpg

Não posso deixar de destacar o fato de ter visto uma múmia humana. Olhei e voltei algumas vezes. É incrível ver uma múmia (momie)! 🙂

20130523-151359.jpg

Também há múmias de animais. Dá até tristeza de imaginar! Vi múmias de cachorros, gatos, peixes, jacaré e outros. Estes animais pertenciam às pessoas que eram mumificadas.

20130523-151510.jpg

Gostei das peças do cotidiano da população egípcia: colheres, pratos, adereços das mulheres…

Maxi colar não é novidade! AQUI tem mais um post só sobre isso. Veja só:

20130523-151135.jpg

20130523-151229.jpg

Detalhe para estas colheres!

20130523-151302.jpg

E esta colher ousada para época né?

20130523-152650.jpg

Este departamento do Egito no Louvre é magnífico! Perfeito para quem quer fazer uma viagem no tempo! Aos poucos vou fazendo mais posts sobre o Museu e sobre outros lugares que tive a oportunidade de conhecer em Paris como o Hôtel de Ville (Prefeitura de Paris) e Les Catacombes (Catacumbas!).

P.S: Recomendo este —> MAPA <– do Louvre para quem quiser entender a localização dos departamentos.

Gostaram? 🙂

20130523-152834.jpg