Mais informações sobre a cultura egípcia

Este não é um Blog sobre…Paris? Ah, é sim! Então, porque mais informações sobre a cultura egípcia? Saiba que este é um assunto mais traz visitantes ao Blog. Especificamente, as pessoas procuram informações sobre o acervo do Egito no Museu do Louvre (Musée du Louvre).

Gravei um vídeo sobre isso:

Em breve! 😉

 

Advertisements

Musée du Louvre

 

Une promenade à travers le Musée du Louvre est une grande invitation pour un voyage dans le temps! 😉

Um passeio pelo Musée du Louvre é um grande convite para uma viagem no tempo. Quem vai a Paris tem que passar pelo menos um dia lá.

Não estou usando uma expressão errada. É passar o dia mesmo mesmo. Lá tem praças, restaurantes, cafeterias, lojas…

IMG_0864

 

O primeiro alerta para quem chega ao local é cuidado com a bolsa. Alguns jovens são conhecidos por “ter a mão leve” e roubar bolsas dos visitantes. Em 2013 os funcionários do Musée até fizeram greve em virtude do excesso de casos. Então, cuidado!!

IMG_0865

 

O Musée du Louvre é tudo que alguém que goste de História quer na vida. O mundo de idiomas ao seu redor também chama atenção: são japoneses, italianos, espanhóis, americanos e muitos muitos brasileiros conversando ao mesmo tempo.

 

IMG_0866

 

IMG_0876

Aos poucos vou fazendo mais posts sobre áreas específicas do Louvre. Ele poderia até ganhar um Blog só para ele de tanta informação que tem. Viva o Louvre! 🙂

 

Na intimidade com Victor Hugo

Conhecer a Maison de Victor Hugo foi quase obrigatório na última viagem que fiz à Paris. Nossa que já deu saudades só de começar a digitar isso! A casa desse super escritor francês está localizada em frente à Place des Vosges, outra linda área da cidade. Anote mais esta dica de Paris!

A Maison de Victor Hugo possui 3 andares. Você tem a opção de alugar um fone para ouvir as traduções de cada ambiente. Como eu fui para treinar o francês, fiquei bem longe de traduções. 🙂

Maison de Victor_dicas de Paris

Durante o passeio na casa percebemos várias fases de Victor Hugo. Chamou atenção os artigos que ele escreveu sobre a política da época. Outra peça que me chamou atenção foi a carta entre ele e o grande Giuseppe Garibaldi. Ele era aristocrata e foi reconhecido por seu talento quando ainda estava vivo (raridade para os escritores antigos, né?).

Busto de Victor Hugo na sala

Busto de Victor Hugo na sala

Ao entrar na casa me senti uma boba por só ter lido “Os Miseráveis”. Victor Hugo é muito mais. Entrei no quarto do cara…muita intimidade para quem conhecia tão pouco! Tenho que ler mais livros dele!

Quarto de Victor Hugo

Quarto de Victor Hugo

Victor Hugo morou lá de 1832 a 1848. A Maison foi inaugurada em 1903. Há várias cartas, livros, roupas, móveis em exposição. Do quarto dele há uma bela visão da Place des Vosges. Pura inspiração realmente!

Peças de Victor Hugo

Peças de Victor Hugo

Vista do quarto de Victor Hugo

Vista do quarto de Victor Hugo

Encontrei este cartaz da época do lançamento do livro “Os Miseráveis”:

Cartaz de "Os Miseráveis"

Cartaz de “Os Miseráveis”

Sala da Maison de Victor Hugo

Sala da Maison de Victor Hugo

Serviço:

Para chegar à Maison de Victor Hugo recomendo descer na estação de Métro “Hôtel de Ville” e fazer uma caminhada até a Place des Vosges. No caminho há várias lojas, cafés, Starbucks. 🙂

A Maison fica aberta para visitação de terça a domingo, das 10h às 18h. Paguei 3 ou 5 Euros para entrar.

Gostaram? Viva Victor Hugo! 🙂

By Ana Célia Costa Posted in Museus

Um pouco da Itália. Um pouco da França.

A Salle du Manége é um ambiente onde exuberantes esculturas antigas estão expostas, no Musée du Louvre. Dica imperdível de Paris! Esculturas gigantes e belíssimas. Você pode ficar minutos tentando decifrar o que o artista quis passar ou pode simplesmente admirar. É preciso admirar tantas obras de arte que resistiram através dos séculos!

Algumas esculturas são do século XVIII. Cito como exemplo a coleção do cardeal Albani, que fica em destaque no Musée du Louvre. Nela está incluída a escultura de Alexandre, o Grande. Trecho da descrição na sua placa: “Antiqüei, très restaurée”.

Se existiu gente feia no século XVIII, elas não foram representadas em obras de arte. Brincadeiras à parte, tudo é tão lindo nesta área do Louvre, que você pode reservar boas horas de passeio!

20130719-193708.jpg

20130719-193852.jpg

Um dia no Egito (dentro do Museu do Louvre)

Na última semana eu conheci o Musée du Louvre. Fantástico! Super dica de Paris! Recomendo para todos que gostam de História, de Arte, enfim. Eu amei tanto que fui duas vezes e voltarei um dia!

Como chegar ao Louvre?

Você pode pegar o Métro linha 4, na Estação Châtelet, e descer na Estação Palais Royal. Pronto! Só seguir na direção do Musée que não haverá erro. Há uma entrada, que só funciona no horário comercial, para levar os passageiros do Métro até a entrada do Louvre. O ingresso para ter acesso a todas as exposições custa 15 Euros.

20130523-151034.jpg

~~ Egito ~~

O Egito é fascinante demais. Ter a oportunidade de ver de perto algumas peças tão importantes para a história deste país é mais fascinante ainda! Este Departamento de Antiguidades Egípcias, do Louvre, foi criado devido às várias expedições que o super Napoleão Bonaparte fez ao Egito entre os anos de 1798 e 1801.

Você pode até se perder entre os sarcófagos! Olhar cada detalhe e imaginar tudo que já aconteceu com aquela peça. Imaginar o mais importante: o processo histórico e as vidas envolvidas naquela experiência.

20130523-151333.jpg

20130523-151539.jpg

Não posso deixar de destacar o fato de ter visto uma múmia humana. Olhei e voltei algumas vezes. É incrível ver uma múmia (momie)! 🙂

20130523-151359.jpg

Também há múmias de animais. Dá até tristeza de imaginar! Vi múmias de cachorros, gatos, peixes, jacaré e outros. Estes animais pertenciam às pessoas que eram mumificadas.

20130523-151510.jpg

Gostei das peças do cotidiano da população egípcia: colheres, pratos, adereços das mulheres…

Maxi colar não é novidade! AQUI tem mais um post só sobre isso. Veja só:

20130523-151135.jpg

20130523-151229.jpg

Detalhe para estas colheres!

20130523-151302.jpg

E esta colher ousada para época né?

20130523-152650.jpg

Este departamento do Egito no Louvre é magnífico! Perfeito para quem quer fazer uma viagem no tempo! Aos poucos vou fazendo mais posts sobre o Museu e sobre outros lugares que tive a oportunidade de conhecer em Paris como o Hôtel de Ville (Prefeitura de Paris) e Les Catacombes (Catacumbas!).

P.S: Recomendo este —> MAPA <– do Louvre para quem quiser entender a localização dos departamentos.

Gostaram? 🙂

20130523-152834.jpg

Musée du Louvre

Hoje eu conheci o Museu do Louvre. Mais que as obras de arte vi MUITOS avisos de cuidado com os pickpockets (crianças que roubam carteiras). Entretanto, não vi nenhuma situação de assalto. Graças a Deus!

Eu adoro Museus. É o tipo de passeio que adoro quando vou conhecer alguma cidade no Brasil. Aqui não seria diferente.

Eu semprei fui CDF e quando era criança amava História Geral. Passear pelo Louvre é relembrar as provas e trabalhos desta disciplina. É um prazer ver de perto tudo aquilo que estudamos na escola e muito mais!! Às vezes eu tinha vontade de ligar para meus ex-professores de História para contar que estava ali. rs

Você pode pagar 15 euros e passear por todas as exposições. Amei a exposição dos objetos do Egito. Em segundo lugar destaco os objetos Romanos. Vou fazer mais posts para descrever o Louvre. Só um é impossível!

P.S: O Louvre não é Shopping! Monalisa, Vênus são coadjuvantes. Há obras maravilhosas e sem “empurra-empurra” para ver com calma. É o momento de aprendizado!

Ah e eu fui sem guia e tradutores. Quem vai em grupo e com tradutores não compreende o Francês e nem analisa as obras com calma.

20130513-211854.jpg

20130513-211936.jpg

20130513-212002.jpg

Faltam 12 dias para a semana do meu aniversário

Meus amigos devem estar de saco cheio desta mensagem. Todos os dias publico esta mesma frase mudando apenas (obviamente) os dias. O principal motivo desta viagem à Paris é para comemorar os meus 29 anos, no dia 16 de maio. 🙂

Nasci em Manaus, sou filha de uma cozinheira. Confesso que desde criança sempre quis viajar bastante, mas não tinha condições. Comecei a fazer isso depois dos 20 anos. Já conheci o Norte, Nordeste (em parte), Centro-Oeste (onde moro hoje), Sudeste (já morei em São Paulo e em Vitória) e Sul. Em poucos anos me tornei uma viajante como sempre quis.

Agora é a vez da Europa e em especial Paris. Quando tive a oportunidade de escolher para qual lugar do mundo eu gostaria de viajar, não tive dúvidas: França. Desde então comecei a estudar o idioma e ler alguns livros sobre a cidade.

O livro que mais gostei até o momento foi “À luz de Paris – guia turístico e literário da capital francesa”, de João Correia Filho. As dicas dele são ótimas! Dá uma tristeza saber que não poderei ir a todos os Museus que eu quero. Será que eu consigo um patrocínio? Se alguém quiser me ajudar, será demais! 🙂

livro